Se a derrota era resultado comum com Paulo Bento independentemente da qualidade da atuação do Cruzeiro, com Mano Menezes a equipe começa à encontrar o seu equilíbrio. Após excelente vitória contra o Internacional por 4 a 2 no Independência, a equipe foi à São Paulo e trouxe um empate diante do Corinthians, por 1 a 1, na noite desta segunda-feira. Vale ressaltar que a raposa dominou a equipe paulista e teve as melhores chances de vencer, porém a arbitragem mais uma vez ajudou o Corinthians, algo que se tornou um mantra no futebol brasileiro. Aos 7 minutos da primeira etapa, um erro escandaloso do árbitro Dewson Freitas, que deixou de marcar pênalti escandaloso em Ramón Ábila e ainda deu um cartão amarelo ao atacante que posteriormente faria o gol do empate do Cruzeiro.

O jogo

O Corinthians precisou de  apenas um minuto de jogo para desmontar o plano de jogo armado por Mano Menezes na noite desta segunda-feira, no Pacaembu. Logo no primeiro minuto, o meia Giovanni Augusto aproveitou jogada pela esquerda do ataque corintiano e no rebote da zaga cruzeirense mandou uma bomba para o gol sem chances para Lucas França, substituto de Fábio, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. 1 a 0.

Mesmo após o gol, o Cruzeiro não se abateu e assim como no jogo anterior, a equipe celeste saiu atrás do marcador no início da partida mas não se abateu e seguiu para cima do Corinthians. Henrique, que voltou ao time depois de estar ausente nas duas últimas partidas chutou de longa distância aos 5 minutos, boa defesa de Cássio. Aos 7, Ábila recebeu bonito lançamento, deu um chapéu no goleiro corintiano e sofreu pênalti claro do próprio goleiro, lance que rendeu ao atacante dois cortes no joelho e ainda um cartão amarelo. Aos 17, o Cruzeiro perdeu Arrascaeta, que saiu de campo com uma entorse no tornozelo para a entrada de Rafinha, mantendo a estrutura da equipe. A equipe mineira controlou o jogo e teve mais chegadas na frente no primeiro tempo, apesar de nenhuma chance clara de gol, a raposa sempre esteve mais perto da meta corintiana.

Perna do atacante Abila após choque com o goleiro Cássio.
Perna do atacante Abila após choque com o goleiro Cássio.

O segundo tempo, assim como o primeiro, o Cruzeiro controlou a partida e teve as principais chances. Aos 8, depois de bela trama entre Sobis e Abila o Cruzeiro quase chegou ao gol, aos 12 boa finalização de Robinho, aos 15’, finalização de Rafinha para fora. Enfim com 20 minutos, enfim, a bola resolveu entrar. Sobis recebeu de Henrique, na direita, e encontrou Ábila que fuzilou de primeira indefensável para o goleiro Cássio. 1 a 1.

Com o placar igual, o Corinthians se lançou ao ataque. Aos 32’, Guilherme desperdiçou uma oportunidade incrível, chutando sozinho na marca do penalti para bem longe da meta do goleiro Lucas França. Do outro lado, porém, o Cruzeiro não diminuiu o ímpeto e voltou a ter boas chances. Willian por pouco não marcou aos 40’, quando finalizou no travessão do gol de Cássio.

Com resultado, o Corinthians termina o 1º turno na 3ª posição e o Cruzeiro fecha a primeira metade do campeonato na 18ª posição, a 2 pontos do primeiro time fora do Z4.

25737
Abila comemora gol que deu empate ao Cruzeiro.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 1 x 1 CRUZEIRO

Corinthians
Cássio, Fagner, Yago, Balbuena e Uendel; Bruno Henrique, Elias, Marquinhos Gabriel e Giovanni Augusto (Guilherme); Romero (Marlone) e André. Técnico: Cristóvão Borges

Cruzeiro
Lucas França; Lucas, Bruno Rodrigo, Manoel e Edimar; Henrique, Ariel Cabral (Willian), Robinho e Arrascaeta (Rafinha); Rafael Sobis e Ramón Ábila (Marcos Vinícius). Técnico: Mano Menezes

Gols: Giovanni Augusto (1’1ºT); Ramón Ábila (20’2ºT)
Cartões amarelos: Ramón Ábila, Lucas (Cruzeiro); Elias, André, Giovanni Augusto, Yago (Corinthians)

Público: 33.416 pagantes
Renda: R$1.326.456,00

Motivo: 19ª rodada do Campeonato Brasileiro
Estádio: Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data e hora: segunda-feira, 7 de agosto, às 21h
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA/Fifa)
Auxiliares: Marcio Gleidson Correia Dias (PA/Asp.Fifa) e Helcio Araujo Neves (PA/CBF)

Comentarios

Comentarios

Compartilhar